Tratamento da depressão com Neurofeedback

A depressão representa hoje uma das maiores fontes de sofrimento na sociedade moderna da atualidade.

Você tem mesmo depressão?

Quando sofremos de depressão, isto significa que nossos cérebros apresentam desregulações em seu funcionamento, levando à apatia, falta de motivação, angústia, sofrimento emocional.

O que é, fisiologicamente, depressão?

Neurologicamente, a depressão envolve a desregulação da atividade neurológica de circuitos subcorticais da região anterior da cabeça, no hemisfério esquerdo, levando a acelerações indevidas especialmente do córtex pré-frontal lateral esquerdo.

Quais os sintomas da depressão?

  • Desânimo, cansaço fácil, necessidade de maior esforço para fazer as coisas
  • Desinteresse, falta de motivação
  • Falta de vontade e indecisão
  • Sentimentos de medo, insegurança, desesperança, desespero, desamparo e vazio
  • Pessimismo, baixa autoestima, sensação de falta de sentido na vida
  • Dificuldade de concentração, raciocínio mais lento e esquecimento
  • Diminuição do desempenho sexual e da libido
  • Perda ou aumento do apetite e do peso
  • Insônia (dificuldade de conciliar o sono, múltiplos despertares ou sensação de sono muito superficial), ou, aumento do sono (dorme demais e mesmo assim fica com sono a maior parte do tempo)
  • Dores e outros sintomas físicos não justificados por problemas médicos, como dores de barriga, má digestão, azia, diarreia, constipação, flatulência, tensão na nuca e nos ombros, dor de cabeça ou no corpo, sensação de corpo pesado ou de pressão no peito, entre outros.

Por que evitar medicamentos nos tratamentos para depressão?

Você toma medicamentos para depressão? Há quanto tempo? Está satisfeito com os resultados?

Um estudo recente publicado pelo Jornal da Associação Americana de Psiquiatria, realizada pela Universidade da Pensilvânia, apontou pouco ou nenhum efeito dos antidepressivos em grande parte dos pacientes com depressão leve ou moderada.

Hoje, sabe-se que os medicamentos, longe de corrigir definitivamente o comprometimento neurológico, suprimem-no sem dar ao cérebro a possibilidade de aprender outra forma de funcionar. Com isso, obrigam a quem se trata medicamentosamente a seguir tomando a medicação pelo resto de sua vida se quiser manter-se distante de suas dificuldades. E isto ao custo de efeitos colaterais nada agradáveis ou salutares.

Por que tratar a depressão com Neurofeedback?

O Neurofeedback, é uma opção terapêutica não invasiva e não medicamentosa para diagnóstico e tratamento da depressão, através do recondicionamento da atividade dos neurônios das áreas e estruturas cerebrais envolvidas no problema.

Isto permite a modificação progressiva da atividade destes neurônios desregulados rumo a padrões de normalidade, que são então definitivamente adotados pelo cérebro, em seu funcionamento.
Talvez, você não tenha pensado que a depressão pudesse ser tratada sem remédios e sem efeitos colaterais, ainda.

A Brain Tech, em sintonia com os mais recentes avanços científicos na área do treinamento neurológico no mundo, é pioneira na adoção da metodologia de Neurofeedback por Z-scores do Brasil.

A busca pela felicidade e bem-estar não precisa ser longa ou difícil. Abraham Lincoln disse certa vez: “As pessoas em geral são tão felizes quanto decidem ser.”